sexta-feira , 5 junho 2020

6 MOTIVOS PARA NÃO PULAR REFEIÇÕES

Trabalho, estudo, família, mil responsabilidades…

Não é fácil administrar tanta coisa e ainda seguir firme em uma boa combinação de dieta e exercícios.

Quem nunca ouviu, por exemplo, aquele: “Mas você só está indo almoçar agora”?

Uma vez ou outra, ok. É um prejuízo contornável. Mas quando se torna frequente, isso pode (e vai!) atrasar a busca pelos seus objetivos.

Quer saber porque é tão importante não pular refeições, inclusive as intermediárias?

Confira 6 motivos para não cometer esse erro tão prejudicial à quem busca mais saúde e qualidade de vida.

  1. MAIS MASSA MAGRA E MENOS GORDURA – De acordo com a Sociedade Internacional de Esportes e Nutrição, depois de analisar diversos estudos, há vários apontamentos de que fazer um número maior de refeições planejadas ao longo do dia é uma excelente estratégia, tanto para ganhar massa magra quanto para perder gordura.
  2. EVITAR DESLIZES – Comer com mais frequência ao longo do dia nos mantem mais saciados, ajudando a evitar os exageros que vem com o famoso “olho gordo”. Além disso, também ajuda a inibir aquela vontade teimosa de um “lanchinho” fora de hora.
  3. MAIS AMINOÁCIDOS PARA OS SEUS MÚSCULOS – Com um numero maior de refeições ao longo do dia você mantém a aminoacidemia constante no sangue. Ou seja, mantem uma oferta constante de aminoácidos para nutrir seus músculos, evitar o catabolismo e otimizar a construção da massa magra.
  4. MAIS NUTRIENTES – Um número maior de refeições bem planejadas ao longo do dia ajuda a colocar em prática um dos pilares da nutrição: ingerir uma maior variedade de nutrientes ao longo do dia, de acordo com seu objetivo.
  5. ENERGIA O DIA INTEIRO – Manter seus níveis de energia estáveis ao longo do dia vai promover maior disposição para o seu treino, lazer e até trabalho. Além disso, manter seu metabolismo trabalhando é uma excelente estratégia para aumentar o seu gasto calórico.
  6. A INGESTÃO DE WHEY PROTEIN 4x20gr a cada 3 horas, durante um período de recuperação de 12 horas após TR (treinamento resistido) foi mais eficaz no estímulo da síntese proteica.

A Sociedade Internacional de Esportes e Nutrição (ISSN) recomenda 4 refeições com proteínas distribuídas ao longo do dia sendo os valores ficando em torno de 0,4gr a 0,6gr de proteína por kl corporal, e na última refeição 0,5gr de proteína por kl corporal

 

 Texto: Marcelo Steinle

nutricionista CRN3 55086

@nutrimarcelosteinle

Moema : Av.Miruna, 553-S.Paulo-SP-

Sobre combat@123

Check Also

20 anos ATLHETICA NUTRITION

Há 20 anos no mercado, a marca ATLHETICA NUTRITION® é composta por uma gama de …